Articles

Apresentação do Museu do Casal de Monte Redondo

Objectivos

Contribuir para o desenvolvimento da comunidade. Recolher preservar e valorizar o Património Cultural. Promover o melhor conhecimento da área de influência

   Acervo

2000 objectos organizados por colecções de actividades económicas, oferecidos na totalidade pela população durante os períodos de recolha ou no âmbito de investigações. Acervo informatizado com a base de dados Museológica InfoMusa – Centro de Estudos de Sociomuseologia ULHT -  FCT-Praxis XXI

   Investigação

O museu colabora com várias universidades apoiando a realização de investigações em vários domínios: arquitectura do Emigrante, Resinagem, Serradores braçais, Moinhos de agua, história local etc.. Possui um Fundo de Documentação Local com milhares de documentos escritos e iconográficos continuamente actualizados. Acolhe estagiários.

   Biblioteca

Biblioteca vocacionada para apoio ao ensino, com 8000 títulos devidamente catalogados.

Aberta durante a semana, pequena sala de leitura e serviço de empréstimo. Aquisições de livros por solicitação dos professores do ensino básico e secundário. Gere igualmente o Fundo de Documentação Local

   Exposições

O museu mantém uma exposição permanente para caracterização da sua área de influência, realiza exposições temporária próprias ou por solicitação. Presta assistência museográfica e empresta regularmente objectos a outras instituições

A exposição permanente abre todos os dias no período de verão e durante o ano para grupos com marcação, especial escolares.

   Instalações

Edifício próprio construído por partes em terreno cedido pela Assembleia de Freguesia. Acolhimento, 2 salas de exposição, 1 sala para reserva, 2 salas para a Biblioteca, 1 sala de aulas. Total 200 m2

   Edições

Cadernos de Património sobre questões de  museologia e estudos locais. 6 números publicados Conselho de Redacção proveniente do Museu

Meridies: revista de Sociologia e Antropologia da Europa do Sul. 24 números publicados. Conselho de redacção proveniente de 20 Universidades Europeias

   Apoios

Junta de Freguesia de Monte Redondo Câmara Municipal de Leiria, Governo Civil de Leiria, Comissão de Turismo, Instituto Português da Juventude, Leader II ADAE, Fundação para a Ciência e a Tecnologia, Instituto do Emprego e Formação Profissional. Apoio financeiro por parte das industrias locais.

   Área de influência do museu

Território de 60 km2 e 10.000 habitantes residentes em pequenos aglomerados. Esta área de influência- Freguesias de Monte Redondo, Carreira e Bajouca corresponde ao casal de Monte Redondo descrito no Século XIII

   Resumo de actividades mais relevantes:

Salvaguarda e valorização do património local. Biblioteca pública. Valorização de profissões. Formação na área da informática.. Empréstimo de espaços. Colaborações diversas com o IEFP: criação de empresas, apoio ao artesanato local. Realização de estudos locais: sociologia, urbanismo, arquitectura, etnografia etc. Programa editorial. Exposições e circuito ecomuseológico. Escolarização PIPSE. Apoio à Secretaria de Estado da Cultura da Guiné-Bissau. Apoio ao ensino.

   Colaboração com outras instituições

O museu sempre esteve aberto à colaboração com outras entidades. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias ULHT, Faculdades de Letras de Lisboa, Universidade Nova, Universidade Federal da Bahia, Instituto do Emprego e Formação Profissional, Administração local e regional e nacional, Fundação para a Ciência e a Tecnologia. Referencia para o MINOM, Movimento Internacional para uma nova Museologia. Participação regular em reuniões sobre questões de museologia

   Circuito ecomuseológico

Orientado para grupos permite a visita aos fornos de pez no Grou, tecelagem em Água Formosa, olaria na Bajouca, moinho de água em Porto Longo  e Fonte Cova